Junno escreve poema de amor para Xuxa e escorrega no português

Junno escreve poema de amor para Xuxa e escorrega no português

* Por Cris Cordioli
Olha, gente, o povo é triste. Foi lá o tal Junno, escreveu em seu Facebook lindas palavras de amor para sua amada Xuxa. Tudo lindo. Daí vem o povo, com seu dedão cruel, e aponta um erro de português no meio do tão amado texto. Uma gafe.

“Nossa, que linda. Quero ouvi-la logo. Ps: o certo é “traz” do verbo trazer e não tras”, escreveu Henrique Sant’anna na postagem do cantor e ator.

Tá, queriam o quê? Que o cara ainda fosse bom no português? Namora a Rainha, baba sem parar… Meu Deus, mas ninguém pode ser feliz? (tempo para sorriso irônico)

Confira o poema escrito por Junno Andrade na íntegra:

O “X” da questão…

Quando será a hora certa? O tempo de estar ou partir?

Se o mundo ainda me desperta, penso não acabará já, nem aqui!!!

Eu acredito em novos tempos, os tempos de agora!!!

Aquele que começa hoje, e que o passado, ignora!!!

Há momentos na vida em que tudo se encaixa..

Tudo tem cor… Tudo tem graça…

O destino tras (sic) o que o tempo disfarça…

O meu sonho distante…. Maria da Graça…

Maria é música, é sagrada é segredo….

Graça é alegria, magia …. Desejo!

Eis o “X” da questão….

Tudo isso junto te faz meu amor, a minha paixão!


* Por Celina Keppeler
Tenho duas boas desculpas para ele: a primeira é que ele tem liberdade poética, portanto, pode escrever errado (forcei muito?). A segunda é que o coitado está apaixonado e gente apaixonada sempre troca as bolas mesmo…. Mas bem que o poema tá bonitinho.

Post a Comment

#Follow us on Instagram